.

.


Últimas notícias

Vídeo: Shinedown no Download Festival 2018

Já se perguntou como é a preparação do Shinedown até o momento que eles se apresentam no palco?
A banda divulgou hoje, um vídeo com imagens da recente participação no Download Festival, nele é possível conferir Brent olhando para a setlist escolhida, preparação dos membros e equipe, clássico momento em que todos se reúnem e Brent diz "Nós não iremos cair porque temos uns aos outros, nós não iremos cair porque nós somos irmãos [e uma irmã], nós não iremos cair porque nós temos amor, nós não iremos cair porque nós iremos ascender."

Confira:

"Eu lembro de quando eu era adolescente e ouvi sobre a lenda do Castle Donington. Lembro da primeira vez que vi um vídeo do Monsters of Rock e pensei comigo mesmo, um dia vou ver isso de verdade. E no dia 10 de junho de 2018 na frente de uma multidão histórica de 120.000 pessoas... Eu olhei pensei comigo, a lenda é real e Rock n Roll está muito bem e vivo... Obrigado Download Festival! Estamos ansiosos para a próxima vez." - Brent Smith

Brent e Eric tiram um dia de folga e visitam o Topgolf

Mesmo com a agenda lotada de shows para divulgar o novo álbum 'Attention Attention', Brent Smith e Eric Bass conseguiram tirar um dia de folga e visitaram o Topgolf.

Para o vocalista Brent, o golfe foi uma nova experiência."Brent não tem hobbies além disso", brincou Eric, que é um golfista experiente. "Isso é tudo que ele faz: Shinedown".

"Este dia foi sobre abraçar o estilo de vida ou o esporte. Eric me disse: 'Apenas venha e jogue comigo, cara. Acho que você vai se divertir muito!'" disse Brent.

Confira o vídeo completo abaixo:

Track X Track: DARKSIDE

A banda divulgou em seu canal oficial do YouTube, mais um vídeo em que comentam as músicas do álbum 'Attention Attention', confiram a explicação da música 'Darkside' nas palavras do baixista e produtor do álbum, Eric Bass:

Lembro que eu e o Brent estávamos trabalhando nessa música e estava super diferente, se alguém quiser saber como soa dentro da minha cabeça, provavelmente é como essa música, bem Rock'n'Roll, tem bateria e guitarra no refrão, totalmente diferente de outra parte do meu cérebro em algum lugar. Nós realmente não tínhamos nenhum assunto em mente para a música e ficamos meio que presos por alguns dias, até que pensei 'E se fosse como uma jornada dentro de sua cabeça, como "bem-vindo ao meu mundo, bem-vindo à minha cabeça, venha para dentro, mas esteja ciente de que aqui não é normal"'. Então, a pessoa na sala está pensando é: bem, se eu vou consertar isso, eu realmente tenho que aceitar quem eu sou e quem eu sou não é uma pessoa sempre muito feliz e normal, aqui é realmente um lugar muito bagunçado. Mas você é bem-vindo para entrar e checar se você quiser.

Track X Track: MONSTERS

Foi publicado mais um vídeo da série Track X Track em que a banda explica o significado de cada música do álbum 'Attention Attention'. Confira a seguir o vídeo em que o vocalista Brent Smith explica 'Monsters':

E um dos elementos sobre 'Monsters' na história, é que neste momento após 'Pyro', em que a pessoa está se perguntando "como eu fiquei assim?", ela finalmente está recebendo uma resposta que seria: os seus monstros são reais. Pessoalmente a aceitação constante disso é que eu sempre serei um viciado por causa do meu passado e meus problemas com o abuso de substâncias ao longo dos anos, eu tenho que admitir que meus monstros são reais. Então não é um conto de fadas, não é como uma história horrível que alguém me contou quando eu era criança e eu não acredito mais porque eu sou um adulto, não é assim.

Eu terei esses vícios e eu sempre lidarei com eles pelo resto da minha vida, não é como se eu pudesse desligá-lo, isso é apenas pra mim, pois todo mundo tem seus próprios monstros e eles têm suas próprias coisas para lidar com isso.
Esse é o momento na história em que essa pessoa começa a imaginar que todos esses elementos psicológicos podem ter sido inventados por ele ou ela, e eles não foram, são muito muito reais.

Eles não foram, são muito muito reais.

Tattoo.com: Brent Smith fala sobre o novo álbum 'Attention Attention', a música 'Get Up' e mais

O vocalista Brent Smith concedeu uma entrevista exclusiva ao site Tattoo, onde falou a respeito do novo álbum "Attention Attention", como foi escrever sobre o baixista Eric Bass em "Get Up" e sua superação com os problemas com drogas e peso.

Confiram abaixo:
Em primeiro lugar, parabéns pelo recente lançamento do seu sexto álbum de estúdio, "Attention Attention". O que você aprendeu sobre você mesmo durante todo o processo criativo e de composição?
A realidade é que "Attention Attention" é um álbum que nós quatro escrevemos sobre não ter medo de falhar. Eu acho que muitas vezes as pessoas se tornarão muito duras sobre si mesmas psicologicamente, fisicamente, etc., se quiserem ir atrás de algo que nunca conseguiram antes. As pessoas podem ter um pouco mais de medo ao ir atrás de algo que elas acham que pode ser maior do que elas mesmas. Mas essa é a beleza do ser humano. Quero dizer, o fato de você precisar falhar para aprender a ganhar.

Absolutamente. Percebo que essas quedas e falhas em geral permitem que um indivíduo se levante novamente ainda mais forte do que antes, ao levar essa experiência de falha do passado para uma nova oportunidade de vencer no futuro.
Sim. Quero dizer, para nós em geral como uma banda e quem somos e o que queremos realizar, uma das grandes coisas é o fato de que nosso próprio baixista, Eric Bass, que é muito mais do que um baixista, é o produtor do "Attention Attention". Você sabe, nós temos seis álbuns na Atlantic Records e no ano que vem, nós estaremos completando 20 anos com Atlantic. Em nossos dias, isso em si não é um fato muito conhecido e é raro que um artista ou banda mantenha o mesmo rótulo por quase duas décadas. É interessante porque, antes mesmo de se transformar em "Attention Attention" e bem no meio do processo de gravação, a Atlantic Records enviou um pedido de extensão para mais dois álbuns após este lançamento, o que é bastante notável. É uma prova viva de que você não pode ter medo de falhar. Não tenha medo de tentar. Há muita psicologia no álbum, mas é um álbum muito genuíno.

Eu posso dizer. Vocês sempre deixaram isso rasgar e derramar em toda a inspiração dentro de seus álbuns, mas ao longo do "Attention Attention", não há paredes.
Sim, eu acho que quando você entra em algo que é criativo e tem um enorme respeito um pelo outro, do jeito que nós temos em nossa banda, você está preocupado em potencialmente cruzar uma linha. Mas o fato é que removemos a linha. Veja um exemplo: A música "Get Up" era onde a linha foi removida. Eu escrevo sobre o que eu sei, o que eu passei, o que eu vejo, os lugares que eu fui e as pessoas que eu conheci e "Get Up" foi escrito sobre o meu amigo de banda, Eric. Ele lida com depressão e pode ser destacado de algumas maneiras que é considerado clínico. Eric dirá a você que ele deseja ser capaz de entrar em seu cérebro e tirar essa parte de sua psique. Há dias em que ele acorda e sabe que ele não tem nenhum motivo para ficar chateado ou triste, ou sentir que há uma nuvem pairando sobre ele. Mas, a realidade é que isso é algo que Eric tem que lutar. Isso é algo com que Eric tem que lidar e estar com ele por tantos anos como eu estou, nós estávamos muito à frente em todas as letras dentro deste álbum e falando abertamente sobre de onde veio esse álbum. Eu lembro quando terminamos "Get Up". Eric me olhou e eu disse à ele "Você sabe sobre o que é essa música, né?" e Eric me olhou de volta e disse "Sim, a música é sobre mim."



É uma música muito triunfante. "Attention Attention" é um álbum que tem uma história; há um começo, meio e um final. "Get Up" é o ponto de virada nessa história em que o indivíduo começa a recuperar sua confiança.

Poderoso. Eu percebo que essa narrativa pode inspirar os fãs também. Acho que a vergonha, que uma vez foi envolvida socialmente sobre depressão, está se tornando menos relevante. A conversa por trás da depressão está se tornando muito mais aberta e fluída. Não há necessidade de se envergonhar sobre a depressão. É o que é.
Você sabe, até certo ponto é o que é. Mas eu acho que o que tem que ser abordado é que a depressão é também o que você faz ser. Não gosto de usar terminologias como doença mental. A doença é uma palavra muito forte e poderosa. Doença geralmente significa que há uma doença envolvida ou que não vai ter um bom resultado. Infelizmente, as pessoas que estão nos olhos do público estão tirando suas próprias vidas. Existe uma grande conversa maior nesses dias. Eu acredito que as pessoas precisam falar sobre isso. Eu acredito que as pessoas não precisam ficar quietas. Há momentos em que você realmente não precisa se importar com seu próprio negócio, especialmente quando vê alguém com dificuldades. Muitas vezes, as pessoas têm medo de falar sobre o que estão vivenciando porque sentem que estão sendo fracas; Esse não é o caso. É apenas o fato de que algumas pessoas não têm ninguém com quem conversar. Muitas vezes, as pessoas que sofrem de depressão clínica nunca querem sentir que estão incomodando os outros. Há momentos em que você tem que ser aquele que vê o que está acontecendo e simplesmente caminha até aquela pessoa com quem você se importa e diz à ela que você está lá por ela e que quer conversar sobre o que está acontecendo. Eu não tenho diploma. Quer dizer, eu não sou médico, mas eu me importo.

Eu amo as pessoas. Eu acredito na vida. Eu não sou unilateral. Eu não sou da esquerda. Eu não sou da direita. Eu não sou neutro. Eu sou todo mundo. Não importa qual é a cor da sua pele. Não é o gênero que você é. Não importa se você é jovem ou velho. Eu sou apenas pela humanidade. Isso é realmente o que eu sou.

Vamos falar de tatuagens. Você tem uma em sua mão esquerda que diz que sua dor é um presente. Quais experiências o levaram a fazer essa frase tatuada?
Eu coloquei essa mensagem em minha mão para que pudesse ser sempre visível para mim. Você sempre verá sua mão. Sim, sou cantor, mas também sou escritor e letrista. Eu estou sempre usando minhas mãos. Eu não escrevo letras no meu celular ou no computador enquanto estamos no estúdio. Eu nem tenho um próprio computador. Mas eu escrevo tudo. É tudo sobre o exercício saindo do meu cérebro, descendo pelo meu braço, segurando uma caneta e colocando meus pensamentos em um pedaço de papel. Sempre que olho para um pedaço de papel em branco, eu o chamo de "Encarando A Fera". Não há nada ainda e essa é a fera. Mas você tem que fazer algo do nada.

Sim. A fera também pode ser você mesmo, porque como escritor, você tem que superar seus pensamentos e simplesmente transbordar para aquele pedaço de papel.
Absolutamente! As coisas que te machucaram e te causaram a dor são, em última análise, a razão pela qual eu fiz aquela tatuagem na minha mão esquerda. Eu sempre vou ver isso na minha mão esquerda enquanto escrevo com a mão direita. Mesmo quando as coisas parecem que você está sendo empurrado para o seu ponto de ruptura, você tem que lembrar que você superou e continuou em frente; isso é um presente que vai te deixar mais forte e o que não te mata, te faz mais forte.

Não é a verdade? Vocês estão atualmente em turnê no exterior e estão se preparando para pegar a estrada nos Estados Unidos com a banda Godsmack. Você incorpora alguma prática de bem-estar durante a turnê que ajuda a criar uma melhor experiência possível para você e para os fãs?
Sim. Eu vou estar na sua frente. Eu tenho um filho de dez anos e, se você sabe alguma coisa sobre o meu passado (sobre o qual tenho sido muito receptivo), sempre tive um problema com substâncias. Eu não faço reuniões de AA. Eu nunca fui para reabilitação. Eu não falo sobre isso diariamente, mas se eu for perguntado sobre isso, vou falar sobre isso. Pessoalmente, tenho que olhar todos os dias um dia de cada vez. Eu tenho que viver dia a dia. Uma das coisas que realmente me ajudaram foi em 2011, eu fiquei muito obeso. Eu estava comendo muito mal e bebendo demais. Eu tinha uma amiga muito próxima que me via em péssimo estado e ela me disse algo que realmente mudou minha vida. Por mais simples que fosse, a afirmação que ela fez foi muito poderosa. Ela olhou para mim e disse: "Você é muito mais perigoso quando está sóbrio. Quando você é claro e focado, você é praticamente imparável. Mas quando você bebe e usa drogas, você é inútil. Ninguém gosta desse cara quando você está bebendo e usando drogas. Nós odiamos esse cara."

Essa é uma verdadeira amiga.
Sim, ela ainda é. Ao ouvir isso, comecei a aprender como me exercitar e comer direito. Eu comecei realmente a ser fitness. Eu tenho 1,72cm de altura, eu pesava 100 kg e minha gordura corporal estava em 36%. No ano seguinte, caiu para 11% de gordura corporal e pesava 72 kg. Eu mantive isso. Todos nós quatro temos um regime de treino rigoroso enquanto estamos na estrada. Nós nos mantemos responsáveis. Nós comemos muito bem, mesmo quando estamos na estrada, o nosso metabolismo é ótimo, porque estamos no palco todas as noites. Mesmo quando temos um dia de folga, continuamos no nosso regime de treino. É muito raro termos um dia inteiro sem fazer nada, a menos que alguém esteja doente, porque se isso acontecer, eles precisam descansar. Você apenas tem que manter o outro responsável na estrada.

Isso é tão importante. Em última análise, você se sente melhor e tem muito mais energia para compartilhar com seus fãs enquanto está no palco, se estiver cuidando de si mesmo. Se você está comendo besteira e se afogando em álcool toda noite, isso vai pesar em você.
Sim, totalmente. Quero dizer, fiz 40 anos este ano. Eu pareço melhor aos 40 do que quando tinha 24 anos. Estou aqui para dizer às pessoas que não há fonte da juventude! Isso é chamado de exercício, viver a vida, mover seu corpo e se você alimentar sua vida corporal, você terá vida. Se você alimenta sua morte corporal, então você vai se sentir uma merda.

Absolutamente. E por último, alguma mensagem para os fãs ou alguma coisa que você queira dizer sobre o "Attention Attention"?
É interessante que nós quatro trabalhamos nesse álbum por quase um ano e meio. O álbum foi lançado há quase um mês e foi genuinamente escrito sobre as pessoas. Foi escrito não somente sobre nós, mas sobre os nossos fãs também. A nossa base de fãs continua crescendo. Nós temos um público que chamamos de '8 ou 80' que significa que é um grupo muito amplo de pessoas. Há algo para todos no nosso público e dentro da nossa música. Eu não consigo agradecer à todos o suficiente por nos permitir sermos nós mesmos.

Shinedown Live: Attention Attention

Atualmente, o Shinedown está em turnê do álbum 'Attention Attention', lançado no dia 04 de maio. Até o final de junho, a banda estará na Europa se apresentando em festivais e shows solo.

Se você nos acompanha diariamente através das redes sociais (links na sidebar), viu que a banda tocou pela primeira vez ao vivo, a música 'Brilliant', grande destaque do novo álbum.

Resolvemos então, reunir os vídeos das músicas do 'Attention Attention' que já foram tocadas ao vivo, confiram abaixo:

Attention Attention Intro

O começo da música 'Attention Attention' tem sido usado na introdução dos shows da banda, ainda com as cortinas abaixadas, a voz anunciando "Attention Attention" alerta os fãs que o show está para começar.
Devil

Vídeo gravado na festa de lançamento do álbum realizada no dia 01 de maio pela iHeart Radio.
The Human Radio

Vídeo gravado por fã na primeira vez em que a música foi apresentada ao vivo.




Kill Your Conscience

Vídeo gravado na festa de lançamento do álbum realizada no dia 01 de maio pela iHeart Radio.





Pyro

Até o momento, 'Pyro' foi apresentada apenas 3 vezes, sendo as mesmas ainda na turnê americana com a banda Five Finger Death Punch como co-headliner.
Brilliant

Vídeo da segunda apresentação ao vivo, conta o guitarrista Josh Sturm que está substituindo Zach Myers na turnê européia (confira este post para saber o motivo).

Track X Track: PYRO

A banda publicou mais um vídeo da série 'Track X Track' sobre as músicas do álbum "Attention Attention". O vídeo de hoje é sobre 'Pyro', a música em que o personagem da história se pergunta "Por que sou assim?" e culpa seu D.N.A por isso.

Confira:

Zach Myers não participará da turnê européia com a banda

Nesta semana, foi publicado um vídeo gravado por Zach Myers informando aos fãs que não viajará com a banda na turnê européia, o motivo da ausência do guitarrista é que ele ficará em casa com sua família esperando pelo nascimento do seu segundo filho.

No mesmo vídeo, Zach apresenta o guitarrista Josh Sturm que o substituirá na turnê que terá inicio no dia 02 de junho. A banda se apresentará em grandes festivais como Rock Am Ring, Rock Im Park, Download Festival e Graspop Metal Meeting.

Confira o vídeo:

PUBLICADO DIA 23/05/2018 - ATUALIZADO 14/06/2018

Brent Smith diz que 'Attention Attention' é um álbum sobre não ter medo de fracassar

Em recente entrevista com Mindy Novotny, da emissora de rádio Milwaukee 102.9 The Hog, Brent Smith falou sobre o conceito do álbum, 'Attention Attention', que aborda uma sociedade que está cegada pela tecnologia, pelo declínio e ascensão de um indivíduo na mesma.

Confira:
"Não podemos escrever nada que seja inventado; não podemos extrair coisas do nada. Temos que escrever sobre as situações em que estivemos, onde estivemos, as pessoas que conhecemos. O nosso assunto tem que vir de uma parte muito orgânica de quem somos, de um lado emocional e a coisa sobre o álbum conceitual é quando isso é levado em questão, é quando eu penso sobre um álbum conceitual do ponto de vista tradicional, penso em 'The Wall' (Pink Floyd) ou 'Operation: Mindcrime' (Queensrÿche), ou mesmo The Who quando eles fizeram 'Tommy', porque 'Attention Attention' é muito específico, do ponto de vista artístico, este é um álbum que deve ser ouvido, se você quiser vivenciá-lo da maneira que projetamos.

Claro, as pessoas terão suas músicas favoritas e que teremos os singles e tudo mais, mas o fato é que é um álbum de história e o queremos colocar o ouvinte dentro da história, porque no álbum, tudo o que acontece está dentro de uma sala em uma cadeira, e se você assistir o vídeo do 'Devil', você pode ver, como 'Devil' é o começo da história. Então, nós lançamos a segunda faixa que foi 'The Human Radio', como é uma a história, teremos um vídeo para cada música do álbum. Nós deveríamos terminar com todos os detalhes quando voltarmos da Europa, em julho, mas sim, haverá um vídeo para cada música do álbum, porque nós vamos contar a história."

Então, Brent Smith falou sobre o conceito por trás de 'Attention Attention', que segundo o vocalista, nasceu parcialmente de sua estreita relação com seus fãs. "'Attention Attention' é um álbum sobre não ter medo de fracassar, porque não acho que as pessoas serão definidas pelos seus fracassos. Eu acho que você vai ser definido pelo fato de que você não desistiu. Você tem que manter seus olhos e ouvidos abertos o tempo todo, estudar tudo e todos ao seu redor, então realmente ter uma visão avançada porque nós [as pessoas], todos nós temos opiniões diferentes, todos nós temos diferentes gostos e necessidades, mas também somos humanos. Eu não quero que as pessoas percam a sua humildade. Definitivamente, esse é o foco principal em poucas palavras. 'Não tenha medo de falhar porque você não vai ser definido por isso. Você vai ser definido pelo fato de não ter desistido'".

Track X Track: KILL YOUR CONSCIENCE

A banda divulgou hoje (12), mais um vídeo da série Track X Track das músicas do álbum, "Attention Attention". Confira abaixo a explicação da música 'Kill Your Conscience':

Track X Track: ATTENTION ATTENTION

Confiram a seguir, o vídeo em que a banda explica o significado da música "Attention Attention" no contexto geral do história do álbum:


Track X Track: BLACK SOUL

Dando continuidade na série de vídeos 'Track X Track" sobre as músicas do álbum 'Attention Attention'. A banda publicou o vídeo sobre a música 'Black Soul', confira abaixo:

Shinedown

  • Brent SmithVocal
  • Eric BassBaixo / Vocal
  • Zach MyersGuitarra / Vocal
  • Barry KerchBateria