Shinedown divulga o primeiro single do seu novo álbum

Foi lançado hoje, o clipe oficial do primeiro single "Devil" do novo álbum do Shinedown, intitulado 'Attention Attention' que será lançado no dia 04 de maio. Em entrevista ao site Billboard, o vocalista Brent Smith contou mais detalhes do álbum conceitual que teve a produção realizada pelo baixista Eric Bass.

Leia a tradução abaixo:
Cinco álbuns e vários single No.1, o Shinedown poderia ter lançado com segurança o novo álbum 'Attention Attention' e deixado os elogios rolarem.

Em vez disso, o sucessor de 'Threat to Survival' (2015) com certificado de ouro leva os veteranos em uma nova direção: um álbum conceitual.

'Attention Attention', o sexto álbum do Shinedown, será lançado dia 4 de maio via Atlantic Records (disponível para pré-encomenda aqui) e hoje (7 de março), a banda lançou o clipe para o single "Devil".

"Devil", a primeira música totalmente formada 'Attention Attention' após a introdução "The Entrance", que não é apenas uma introdução ao álbum como um todo. Seu clipe também lança o que Brent Smith disse ser uma série, com um clipe para cada música do álbum. Então, faz sentido que Bill Yukich, o editor principal do filme Lemonade de Beyoncé para a HBO, esteja ajudando o projeto.

Smith disse que o tratamento original de Yukich para "Devil" acabou sendo arquivado, mas isso levou ao conceito de gravar um clipe para cada música e não apenas o que finalmente veio a ser o clipe principal.

"Eu e Bill, depois de termos falado sobre isso, tivemos que voltar para a mesa de desenho, o que sou tão agradecido, porque... havia um motivo pelo qual o universo nos fez refazer", disse Smith à Billboard. "Quando nos conhecemos cara a cara e mesmo quando falamos no telefone, ele percebeu. Tivemos o tempo mais incrível trabalhando com ele, então o plano é contar toda a história e fazer um clipe para todas as músicas. No ínicio, pode não estar em ordem, mas eventualmente estarão, e eles contarão a história".

"Começa com uma história muito dramática" disse Smith sobre o clipe. "Não é um clipe tradicional, mesmo nos seus 4 minutos, nós compilamos muitas informações para o espectador, porque tudo foi criado pelo design; nós realmente queremos dizer algo com esse vídeo."

"As cores são muito vibrantes, a maneira como foi editado e a quantidade de detalhes na história da música, o quanto ele conseguiu apresentar, é francamente diferente de tudo que eu consegui ver qualquer diretor fazendo. É como ser um novo artista... porque garanto que ninguém nunca viu o Shinedown nesta capacidade".

Essa história é o conceito por trás de "Attention Attention", que começa com o narrador do álbum - ou, se desejar, o ouvinte, que era a intenção da banda - começando em um lugar escuro e negativo, passando lentamente por uma mudança dentro dos limites da mente antes de surgir do outro lado (álbum encerra com "Brilliant") como um indivíduo mudado.

"'Devil' é sobre ter medo e não somente de você, em alguns aspectos, mas do mundo ao seu redor, e entender que existem muitas coisas e muitas situações, pessoas, lugares, atmosferas e exposições diferentes que são colocadas em frente ao ser humano diariamente, e o mundo pode ser um lugar difícil para navegar. Então é aí que a história começa."

'Attention Attention' constata que o Shinedown está a um passo de adicionar a sua lenda nas tabelas da Billboard. Cada um dos seus 22 singles estão no Mainstream Rock Songs, - o primeiro single "Fly from the Inside" - alcançou top cinco da chart, uma conquista incomparável. Destas músicas, 11 chegaram ao No. 1, estabelecendo a banda em terceiro lugar em todos os tempos, atrás de Three Days Grace (12) e Van Halen (13).

Mas isso não significa que a banda está ficando complacente. Depois de trabalhar com pesos pesados do Rock como Bob Marlette, Tony Battaglia, Rob Cavallo e Dave Bassett em seus lançamentos anteriores, Shinedown lançará o álbum completo com a produção do baixista Eric Bass, que anteriormente produziu o single "Cut the Cord", entre outros .

"Quando estávamos falando sobre a ideia inicial do álbum e para onde queríamos ir e porque queríamos fazer algo que o mundo não está vendo Shinedown fazer, foi tudo muito específico", disse Smith. "E Eric tem muito o que dizer sobre esse álbum, em relação ao porquê nós decidimos fazê-lo nós mesmos... Preferimos fazê-lo e nos tornarmos loucos, em vez de ver alguém ficando louco tentando fazê-lo".

Isso levou os quatro integrantes, Brent Smith, Eric Bass, o guitarrista Zach Myers e baterista Barry Kerch ao estúdio de Bass, Ocean Industries Studios em Charleston (SC) em 2017. Nesse ponto, Bass estava brincando com arranjos e composições para o final da turnê de 2016, eventualmente juntando 22 músicas em um todo. Apenas uma delas acabou de alguma forma como parte do produto acabado, mas o que Bass trouxe à mesa informou o que estava por vir.

"Uma coisa aconteceu quando a ideia do álbum conceitual começou", disse ele, acrescentando: "Mesmo que não utilizássemos tudo desse material, acabamos escrevendo tudo para o álbum, partindo do zero. O fato foi quando eu ouvi todas essas composições juntas, elas tiveram uma conexão. Então, foi como se tornou uma história musical.

"Me lembro de falar com ele... Por que não tentamos fazer um álbum conceitual? Porque nunca fizemos isso antes. Muitas vezes, você vai e escreve 100 músicas e, esperançosamente, 10 dessas músicas são muito boas e você reza para escrever uma fenomenal, então você apenas começa de novo. Mas, para isso, uma vez que estabelecemos o que nós faríamos, tudo começou a acontecer realmente rápido de um lado criativo".

O conceito passa do forte ataque de "Devil" para "Kill Your Conscience" e seu relato cauteloso das mídias sociais para "especial", que Smith disse pensar que "é uma das músicas mais interessantes que as pessoas provavelmente terão algumas conversas sobre". O álbum se encerra com "Brilliant", normalmente um ponto reservado para os álbuns de Shinedown, uma balada para se despedir do ouvinte.

"No começo do álbum, você pode sentir essa intensidade e essas declarações ousadas que estão sendo feitas", disse Smith. "Mas, à medida que o álbum progride, você ouve o indivíduo e o álbum começa a mudar, e eles começam a recuperar sua confiança e começam a entender o que está acontecendo, porque eles estão tendo que enfrentar emoções que realmente nunca enfrentaram antes. Nós chamamos isso de "cavar a sujeira mentalmente". Essa pessoa tem que liberar. Para poder sair desta sala, sair desta cadeira e voltar para o mundo, eles precisam se treinar mentalmente. Eles têm que aceitar o fato de que nem sempre será ótimo. Nem sempre será exatamente da maneira que você quer."

"Muito desse álbum é sobre mim e sobre as coisas da minha vida que eu tenho medo de enfrentar de uma forma ou de outra. Mas também é sobre Eric e o que ele enfrenta. E isso foi uma compreensão muito ousada que eu e ele tivemos durante a elaboração deste álbum, que nada estava fora dos limites. Também é sobre Zach e Barry, sabe? Tivemos que vir de um lugar muito real."

Para apresentar o álbum, o Shinedown revelou algumas datas de turnê em toda a América do Norte e Europa, começando com shows nos dias 23 e 24 de março em Deadwood. Isso inclui também oito shows no Canadá, um lugar que a banda foi em sua última turnê, bem como um cronograma recentemente anunciado com Godsmack no verão, começando em 22 de julho em Detroit e encerrando em 2 de setembro em Wantagh, NY. "Nós não vamos fazer o tradicional," tocaremos o single e talvez uma outra música", disse Smith, "definitivamente surpreenderá o público. Sempre tentamos mantê-los adivinhando".